Quando a noite cai azul

Alegria e tristeza
O tempo vai passar
E você só, sem saber
Está correndo atráz de que?
A festa continua
E a dor não é o fim
Esquecemos dias negros
Quando a noite cai azul
Quando a noite cai azul
Nós temos nossos sonhos
E nem todos são em vão
Persegui uma verdade
Tropecei na ilusão
É apenas o destino
Então que seja assim
Jogo fora essas cores
Quando a noite cai azul
Quando a noite cai azul
É apenas o destino
E a dor não é o fim
Jogo fora essas cores
Quando a noite cai, a noite cai azul
Quando a noite cai azul
Quando a noite cai…

(Celso Blues Boy)
http://www.celsobluesboy.com.br
http://pt.wikipedia.org/wiki/Celso_Blues_Boy

O Tempo

Persistência da Memória (Salvador Dalí)

Impressionante, é mágico ver o que o tempo faz com a gente. Nada além do tempo, tem esse poder. Tudo muda, nada muda, essa é a sensação que o tempo nos dá. O conforto repentino que nos é oferecido como o colo da mamãe, as vezes, é subitamente recolhido por uma forte onda de escuridão, isso é obra do tempo. Entre tantas outras façanhas o tempo nos dá oportunidade de nos descobrir, de nos conhecer, de buscar, aprender. As vezes nós mesmos não temos ideais, mas o tempo nos dá. As vezes não temos razão, fé, solução, não importa, o tempo é completo. Quando não esperamos nada e achamos que ele morreu, então ele surge e espalha raios que iluminam, nos iluminam. Hoje, faz tempo que o tempo passou, o tempo passa e continua passando! Segue atropelando qualquer dúvida, qualquer desafio inconsciente que lhe é feito. Tolo fui eu, felizmente. O tempo me ensinou que o tempo é mecânico, igual para todos. Assim aconteceu quando abri meus olhos e te enxerguei, no tempo certo, no nosso tempo.     (desconheço o autor)

Sobre a imagem que ilustra o post:
http://pt.wikipedia.org/wiki/A_Persistência_da_Memória

Cemitério

Cemitério - Praia da Pipa - RN

Cemitério

Este pó foram damas, cavalheiros,
Rapazes e meninas;
Foi riso, foi espírito e suspiro,
Vestidos, tranças finas.
Este lugar foram jardins que abelhas
E flores alegraram.
Findo o verão, findava o seu destino…
E como estes, passaram.

Emily Dickinson
(Tradução de Manuel Bandeira)

Momentos – Não jogue sua vida fora

Criado por Nuno Rocha, o curta Momentos é uma “micro” história emocionante que, em apenas 7 minutos, faz as pessoas refletirem e perceberem que a vida é uma só e não deve ser desperdiçada.

O projeto Momentos, escrito e dirigido pelo Nuno, foi patrocinado pela LG Portugal para um conceito de “Life’s good” (A vida é boa)

Fonte: Momentos – Não jogue sua vida fora | Uhull S.A..